Resenha: Emperor of Thorns – Mark Lawrence

Postado em Atualizado em

wpid-img_20150217_132632_446-1.jpgSinopse:

Emperor Of Thorns – Uma obra-prima imprevisível e cruel porque o melhor fica guardado para o final!
O mundo está dividido e o tempo se esgotou completamente, deixando-nos agarrado aos dias finais. Estes são os dias que nos esperaram por todas as nossas vidas. Estes são os meus dias. Eu vou estar diante da Centena e eles vão ouvir. Vou tomar o trono, não importa quem está contra mim, se vivo ou morto. E se eu devo ser o último imperador, farei disso um final e tanto.

Emperor of thorns é a conclusão da explosiva trilogia dos Espinhos. O final de fato pode surpreender alguns, a mim não tanto. Confesso que já esperava esse final, baseando me nas entrelinhas deste livro.

wpid-img_20150217_133028_840.jpg

Começamos o livro com um prólogo sobre Kai, que acaba se tornando um necromante. Não vou aprofundar mais sobre isso, se não acabaria dando spoiler. Em seguida somos transportados ao Castelo de Renar, quando a guarda Gilden chega durante o aniversário de Jorg que irá embacar em uma viagem para Vyene até o congresso onde será eleito o novo Imperador. Com 20 anos de idade Jorg está com um filho a caminho e um império para conquistar. Você pode pensar que isso o mudou, mas não. Jorg continua sendo o Jorg. Mas, de fato há uma certa maturidade e um pouco mais de escrúpulos nele. A diferença entre o garoto de 13 anos e o rapaz de 20 é notável.(Algo que não me agradou muito, porque eu realmente gostava da frieza polar dele).

Assim como em Prince of Thorns e King of Thorns este, intercala entre presente e passado, com um bônus de narração de Chella(a necromante).E por falar em Chella acontece algo extremamente desagradável entre ela e Jorg. Eu não tenho palavras para expressar o quanto eu odiei isso. Se você quiser saber o que foi basta selecionar  -> Ela e o Jorg TRANSAM, é isso mesmo! Fiquei puta com isso, porque eu gosto muito, muito mesmo da Miana. Confesso que uma parte do meu amor pelo Jorg morreu durante esta cena.

Enfim, coisas desagraveis a parte. Eu gostei que neste livro tivemos um pouco mais de participação dos outros personagens. Incusive a da rainha Miana(que eu adoro! minha personagem preferida depois deste livro). E assim como nos outros somos apresentados a diversos personagens no passado de Jorg. Que segue o conselho do Prince de Arrow e viaja pelos continentes para conhecer os reinos que irá governar, caso se torne imperador. Temos um breve encontro também com personagens da outra  trilogia de Mark Lawrence The Red Queen’s War(que também será lançada pela Darkside aqui no Brasil).

wpid-img_20150217_133651_858-1.jpg

Também seremos apresentados ao famoso Rei Morto, citado no livro anterior, a identidade dele pode chocar bastante. Foi de fato inesperado, novamente se você prestar atenção nas entrelinhas terá uma leve ideia de quem ele é. Mas, entre supor e de fato ser é chocante. E junto com Rei Morto vem tempos sombrios e neste caso…

 “Homens do Império. Um homem melhor teria conseguido seu apoio com a bondade de seus atos, a clareza de sua visão e a veracidade de suas palavras. Mas esse homem melhor não está aqui.Esse homem melhor fracassaria perante a maré negra que vem em nossa direção. Orrin de Arrow era o melhor homem e ele não sobreviveu nem para pedir seu apoio.”
“Tempos sombrios exigem escolhas sombrias. Escolham a mim”

Como sempre a escrita de Mark Lawrence é excelente, os personagens são geniais. Se você for detalhista como eu, irá perceber como muitas coisas no livro passam a se tornar previsíveis. Algo que eu não gostei, adorava como nos outros o que acontecia era totalmente inesperado.Ademais outra coisa que não me agradou foi o final do rei Olidan, pai de Jorg. Passamos toda uma tensão entre pai e filho nos outros livros, para uma conclusão extremamente branda.(O que não significa que este tenha sido o final do livro).

Contudo, vemos um lado de Jorg até então inexistente. O Jorg que sente medo, quando sua esposa e filho estão em perigo. O Jorg que sente culpa. E quando seu filho nasce vemos o Jorg que ama. Se você está curioso pela conclusão da vida de Jorg Ancrath, leia Emperor of Thorns.

ASS ULY

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s