Resenha – Indecente: Selvagem Irresistível #2 – Christina Lauren

Postado em Atualizado em

capapost

Sinopse:

Halow Vega é uma linda devoradora de homens. O jogo de sedução com o másculo Finn Roberts não teria continuado para ela se não houvesse um reencontro, desta vez em sua cidade, San Diego. Finn viajou do Canadá para visitar os amigos e também para tratar de um misterioso negócio. E ele veio preparado para rever a mulher com quem foi casado por meio dia em Las Vegas.

Apesar do estranhamento inicial, Harlow e Finn descobrem, finalmente, que têm algo em comum. Mesmo fazendo esforço para não se apegarem, a atração se revela mais selvagem e os dois acabam criando um roteiro de aventuras deliciosas…

Indecente é o segundo livro da nova série Selvagem Irresistível de Christina Lauren. Série que assim como a Irresistivel, está sendo lançada pela editora Universo dos Livros.

No primeiro livro, vemos que os 3 casais de amigos em uma noite alucinante se casam em Las Vegas. Diferente de Mia e Ansel que continuaram o casamento, Harlow e Finn não puderam passar mais do que doze horas casados, mesmo o sexo sendo incrível…

SAM_6341

Após uma péssima noite e um inicio de manhã ainda pior, Harlow não poderia imaginar que veria Finn Roberts, o babaca em sua cidade, San Diego. Depois do que acontece em sua visita inusitada a ele no Canadá, a última pessoa que ela queria ver era Finn. Ela lembra que Oliver irá abrir sua Mega loja de quadrinhos naquela semana, e que provavelmente ele estava lá por este motivo e em seguida irá embora. Ela nunca mais teria que vê-lo novamente ou isso é o que ela pensa.

Finn está aqui. Fodeu. Finn está aqui.

Fecho os olhos e gemo. Meu corpo cede em um reflexo horrível:Imediatamente, sinto-me leve e excitada, minha espinha arqueia como se tivesse o corpo dele me pressionando por trás.

Finn Roberts está passando por um problema complicado, um problema que não só vai atingi-lo como também toda sua família. Ele terá que tomar uma importante decisão para salvar sua família, uma decisão nada fácil para um cara como ele. Então, antes que ele acabe enlouquecendo, seus irmãos acharam que seria uma boa ideia ele ficar em San Diego para um pouco de diversão.

Meu reflexo olha de volta para mim no fundo da rua movimentada, e eu paro. Porque ali, sentada em uma mesa e franzindo a testa para um laptop, está Harlow.

Diversão, penso.

Diferente do primeiro livro que só temos a narrativa da Mia, este segundo nos mostra o ponto de vista da Harlow e de Finn. O livro é diferente do que eu imaginei que seria, como eles são os mais libertinos do grupo pensei que o livro teria aquela pegada de Cretino Irresistível. Mas não, assim como no primeiro livro desta série, elas nos mostram mais dos sentimentos e relacionamento, sem perder  o lado divertido.

Ele me surpreende dizendo:
– Não acho que eu vá gostar de não poder ver você à hora que quiser.

Quero tocá-lo mais do que qualquer coisa, segurar seu rosto entre minhas mãos e beijá-lo como nunca beijei ninguém antes, aliviada por ele ser quase perfeito.

Em vez disso, digo:
– Me masturbei pensando em você ontem à noite.

Ele se curva, explodindo em uma gargalhada quando solto isso.

Quado ele se endireita, posso ver um sinal de rubor no seu rosto, debaixo da sombra do boné de beisebol.

– Eu também.
-Fui maravilhosa?

Ele se vira e olha pra mim.
– Você fez boquete como uma campeã, Traquinas.
– Eu faria mesmo. – Levantei o queixo orgulhosa.

Com a convivência, os sentimentos que eles tem um pelo outro( os quais tentam fortemente não ceder), acabam se tornando mais fortes, o sexo passa a ser diferente, intenso, com um acréscimo de bandagem, dor e prazer.Eles até tentam fugir dos sentimentos e tentam ser só amigos, mas, nunca dá certo…

maybe

Eu gostei mais desse segundo livro do que do primeiro, apesar de não ser igual a Cretino Irresistível, Harlow e Finn são simples e como eu ja citei, eles são os mais libertinos do grupo, logo o diálogo entre eles é bem divertido. Achei interessante, como Harlow e Finn vão se conhecendo, perdendo a imagem pré concebida que tinham um do outro de garota mimada e o babaca. E quando eles finalmente se rendem ao que sentem, é bem legal, eles não perdem a coisa de libertinos. Confesso que terminei o livro com um gostinho de quero mais.

Se não leu o primeiro livro da série, confira a resenha de Sedutor – Selvagem Irresistivel #1

ASS ULY

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s