Resenha: Eu estive aqui – Gayle Forman

Postado em Atualizado em

IMG_20150630_152620

Sinto informar que precisei dar fim a minha própria vida. Estou adiando essa decisão  há muito tempo, e ela é minha e de mais ninguém. Sei que isso lhe causara sofrimento, e lamento que seja assim, mas saiba que eu precisava acabar com a minha dor. Não tem nada a ver com você,mas tudo a ver comigo. Não é culpa sua.

Meg.

Quando eu comprei “Se eu ficar”, durante o ano passado – inclusive comprei uma edição para minha melhor amiga também. – foi pouca a ver com meu interesse na estória e mais sobre eu adorar a atriz que interpreta a protagonista na adaptação. Afinal, quem não ama a Chloe Moretz?
Agora imagine meu choque ao descobrir que Gayle Forman, uma autora essencialmente dramática e extramamente emocional , tudo que eu não gosto na maior parte do tempo , se tornaria uma das minha autoras preferidas! Não só devorei “Se Eu ficar” de uma vez, como fiz o mesmo com “Para onde ela foi ” e em seguida com “Apenas um dia”; logo , com “Eu estive aqui” não foi diferente. Eu li quase o livro todo voltando para casa de ônibus e conclui no mesmo dia em que o tive em mãos, em um pouco mais de três horas de emoções conflituosas.

Aqui somos apresentado a Cody, que está passando por um momento especialmente complicado : Meg, sua melhor amiga , tira a própria vida em um quarto de hotel com um veneno sofisticado; e Cody não tinha ideia que isso era se quer uma opção para Meg, uma pessoa especialmente carismática e cercada de amigos e uma família amorosa.

IMG_20150630_152744

Logo, os pais de Meg pedem a ajuda de Cody para recolher os pertences de Meg no seu quarto em uma moradia estudantil próximo à sua faculdade em Tacoma.  Lá Cody percebe que os companheiros de Meg mal a conhecinham e começa a perceber que ela também não a conhecia tão bem como pensava; de amigos nunca mensionados a gatinhos que ela nunca ouviu falar, e então Ben, o herói da guitarra amargurado, que teve uma grande importância  para sua melhor amiga e Cody nem mesmo sabia seu nome.

Cody começa a questionar tudo que conhecia sobre Meg e investigar sua morte depois de encontrar uma pasta criptografada no seu computador. Isso a leva para um cenário  bem maior do que imaginava e se torna seu foco principal.

Então era ele. Esse é o herói da Guitarra Amargurado. Ele parecia tão mítico, e geralmente dar nome a uma criatura mítica é o suficiente para desmitifica-la. Mas saber o nome dele, Ben McCallister, não surte esse efeito.

Esse não foi o livro mais emocionante da Gayle Forman, nem mesmo o mais triste;  apesar de se tratar de um assunto tão delicado como suicídio, a autora trabalha em etapas que acompanham a personagem principal, trazendo as emoções com cuidado e focando na maior parte no percurso que levou Meg ao suicídio e posteriormente na forma como sua melhor amiga lida com isso. No entanto, foi o mais bem construído. A trama é desenvolvida com cuidado, fechando todos os pontos deixados em aberto no seu devido tempo e de forma decisiva.

É principalmente um livro sobre o depois, sobre o luto e as formas diferentes de se lidar com a morte; as pespectivas diferentes que se tem de uma mesma pessoa. Conhecemos Meg por Cody, então por Ben e Richard, e logo Tree e o irmão mais novo de Meg, Scottie. Também temos um visão mais superficial com Harry, Richard e Alice, que acabam ocupando um espaço na vida de Cody que não tiveram oportunidade com Meg.

Como você pode não saber uma coisa dessas sobre a sua melhor amiga? Mesmo que ela não lhe conte, como você pode não saber? Como pude acreditar que alguém é a pessoa mais bonita, incrível e simplesmente a criatura mais mágica que já conheci, quando, no fim das contas, ela estava sofrendo tanto que precisou beber um veneno que rouba o oxigênio das células até o coração não ter outra escolha senão parar de bater? Então , por favor, não me perguntem sobre Meg. Porque eu não sei merda nenhuma sobre ela.

Eu passei minhas próprias etapas em relação a protagonista. Não pude deixar de compará-la com Mia, de “Se eu ficar”.Por um lado Cody é bem mais madura, mais independente. Por outro falta nela a presença natural que forma uma protagonista. Eu não nutri o carinho fácil por Cody como fiz com Mia, mas em compensação compreendi muito melhor as escolhas da personagem.

Concluindo , é um livro fácil de se ler. A narrativa da autora se desenvolve rapidamente sem deixar pontas. E perto o suficiente da realidade para levantar mais que um segundo pensamento sobre o assunto; inclusive nas notas da autora ela comenta sobre de onde veio sua inspiração, que é uma fonte muito real. A edição da Arqueira está linda, como os outros livros lançados pela editora. Adoro esse padrão de capa que os livros da autora possuem. Aliás, seria super justa rolar um relançamento de “Para onde ela foi” e “Apenas um dia” para o mesmo estilo.

Espero que gostem e indico o livro para absolutamente qualquer um que goste de drama e aquele ‘q’ de superação. Não leia tanto pelo romance, que apesar de presente não toma nem 10% da estória. E se você já leu, não esqueça de deixar sua opinião.

nwesub

Anúncios

34 comentários em “Resenha: Eu estive aqui – Gayle Forman

    Isabelle disse:
    1 de julho de 2015 às 09:58

    Não estava muito entusiasmada para ler, mas sua resenha me fez repensar!! Adoreii
    Beijos

    http://www.notavelleitura.blogspot.com

    Curtir

    Maria Valéria disse:
    1 de julho de 2015 às 10:32

    eu sou fascinada com histórias que tenham suicidio, então certamente é uma leitura que eu gostaria de fazer…
    vou tentar ler alguns outros da autora, pois falam muito bem da escrita e de seus livros…
    bjs

    Curtir

    Clayci disse:
    1 de julho de 2015 às 10:38

    Que resenha fofa!!
    Eu parei a leitura no Se eu ficar.. depois não li mais nada (preciso né/; Pq só vejo elogios rs)

    Beijos

    Curtir

    Mirela disse:
    1 de julho de 2015 às 14:20

    Adoro os livros dela e como ela conversa com o leitor tão cheia de sensibilidade. E os temas sempre são super delicados e complicados né? Estou louca para ler. Adorei sua resenha *___*
    xoxo

    Curtir

    Anelise disse:
    1 de julho de 2015 às 16:37

    Já vi várias resenhas desse livro e confesso que estou com muita vontade de ler. Eu já tentei suicidio uma vez e tive um período bem sombrio na minha vida; então gosto de ler sobre a temática, porque sempre vejo uma luz quando leio. é tipo uma psicóloga particular haha Gostei da sua resenha e espero poder ler mais! haha
    http://anneandcia.blogspot.com.br/2015/07/resenha-filme-begin-again-se-nada-der.html

    Curtir

    Tatiany Salazar (@Tatiany_Salazar) disse:
    1 de julho de 2015 às 17:58

    Gente !!!!!
    Que quote é essa logo de cara heim. 😀 Amei
    Eu comecei a ler o livro se eu ficar, mas sinceramente aquela Mia me deixou louca de raiva e eu não conseguir dar continuidade, tenho até o segundo livro, mas pretendo dar mais uma chance para a Gayle e admito que apenas um dia e estive aqui são livros que eu quero muito ler.
    É muito bom saber que a Cody é mais madura do que a Mia kkkkkk
    Amei a resenha.
    bjs

    http://colecoes-literarias.blogspot.com/2015/07/resenha-jardim-de-espelhos.html

    Curtir

    Renata Varela disse:
    1 de julho de 2015 às 18:36

    Ai, que kit fofo! Quero muito ler mais coisas da Gayle, visto que só li Se Eu Ficar. Bela resenha, parabéns! ❤ beijão,
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    Curtir

    Bea Siqueira disse:
    1 de julho de 2015 às 18:53

    Depois da sua resenha, já coloquei “Eu estive aqui” na minha lista pra ler!! Muito bom.. ❤
    Beijos ^.^
    http://naosouumagarotapopular.blogspot.com.br/

    Curtir

    Paac Rodrigues disse:
    1 de julho de 2015 às 19:14

    Nunca li nada da gayle e esse livro quem vai ler é meu resenhista, mas pelo que ele disse o livro já começa bem.

    Curtir

    Andreza Amarante disse:
    1 de julho de 2015 às 20:20

    Eu não gostei muito da escrita da autora, por isso não me interesso pelos livros dela. Vou passar a dica adiante, sei que tem uma legião de pessoas que a ama.

    http://www.letrascomcafeina.com.br

    Curtir

    gabyyharkett disse:
    1 de julho de 2015 às 23:17

    Olá 🙂 Bela resenha!! *-* Gostei muito da proposta da obra, o drama deve ser envolvente e tocante, é muito bom fazer leituras de livros assim. 🙂 No “mundo literário” existem vários livros com essa temática. 😀 Nunca li nehum livro da Gayle Forman, mas, sinto curiosidade, acho que o 1º será “Se Eu Ficar” 🙂 Beijos!
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    Curtir

    Mariana Oliveira disse:
    2 de julho de 2015 às 00:26

    Só vejo comentários bons sobre esses livros. Ainda não tive oportunidade de ler, mas quando puder eu quero muito – ler todos ♥
    http://www.prettythings.com.br

    Curtir

    Michelle Ladislau disse:
    2 de julho de 2015 às 07:17

    Olá Evelyn.
    Tudo bom?
    Eu tenho os outros livros da autora aqui e por falta de tempo não consegui ler, o tema que ela abordou nesse livro é pesado, mesmo ela escrevendo de maneira sutil, agora quero saber o motivo dela ter se suicidado e como seu amigo vai desvendar tudo.
    Amei sua resenha.
    Beijos

    Curtir

    Aline Furtado disse:
    2 de julho de 2015 às 10:55

    Olá!
    O único que li da autora foi Se Eu Ficar e acabei me decepcionando um pouco. Quero muito ler Eu Estive Aqui, quem sabe não mudo de ideia com relação à escrita da autora.
    Parece uma ótima história.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    Curtir

    Gleyse Vieira disse:
    2 de julho de 2015 às 13:32

    Olá, já me indicaram muito os livros da Gayle e estou muito interessada em começar a ler Se eu ficar, mas pela sua resenha, esse livro também é ótimo, e eu adoro o fato de tratar de temas como suicídio, pois a carga emocional é muito grande, o que enriquece muito a leitura. Bjs

    Território nº 6

    Curtir

    Lilian Farias disse:
    2 de julho de 2015 às 14:29

    Apesar de o livro parecer interessante, não consegui me conectar a história a ponto de desejar comprar o livro, não faz muito meu estilo para o momento.

    Curtir

    umnovoroteiro disse:
    2 de julho de 2015 às 15:02

    Olá, tudo bem??

    Adorei a resenha! Acredita que eu ainda não li nada dessa autora? Sou doida pra ler se eu ficar e para onde ela foi. Agora por conta da sua resenha, acrescentei mais esse hehehe. Acho muito legal quando a autora mostra a mesma personagem por perspectivas diferentes… Isso nos faz pensar no que cada pessoa pensa de nós. E realmente, é um assunto delicado mesmo! Mas gostei da forma como você transmitiu a delicadeza que a autora trata esse assunto…

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    Curtir

    Déborah Araújo disse:
    2 de julho de 2015 às 18:06

    Evellyn, muito boa a sua resenha.
    Gostei.
    Mas por algum motivo que eu desconheço não consigo querer ler nada da Gayle Forman, pelo menos não por enquanto quem sabe mais pra frrente.

    Lisossomos

    Curtir

    Gustavo Mendes disse:
    2 de julho de 2015 às 21:04

    História bem desenvolvida onde o romance não toma nem 10% da história. É disso que eu to precisando.
    Infelizmente acabei não solicitando esse livro pela arqueiro no mês de Junho, mas agora estou louco para lê-lo, pois além de ter uma premissa incrível, só está recebendo elogios.
    Adorei sua resenha.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/07/playlist-do-mes-04.html

    Curtir

    Rafaella Lima disse:
    2 de julho de 2015 às 21:49

    Oi Evellyn, tudo bem?

    Achei esse kit maravilhoso. E acho que “Apenas um Dia” vai ser lançado com esse padrão de capa, pelo menos uma notícia da NC que eu vi, falava isso.

    Enfim, eu tenho uma relação de amor e ódio com a Gayle, já que não gostei de “Se eu Ficar” e amei “Apenas um Dia”. Nem sei o que esperar de “Eu Estive Aqui”, acho interessante histórias que envolvam suicídio, e gostei de saber que a trama foi bem estruturada, sem pontas soltas. E você disse que não gostou tanto dela quanto da Mia, bom, eu não gostei da Mia, então talvez eu goste mais da Meg e a entenda melhor.

    Adorei a resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima

    Curtir

    toqueoceu disse:
    3 de julho de 2015 às 00:06

    Eu quero muito ler esse livro. Vi uma review gringa e foram bons comentários. Falaram sobre uma temática mais pesada no livro. Espero conseguir ler logo!
    http://www.belapsicose.com

    Curtir

      itgeekgirls respondido:
      3 de julho de 2015 às 06:21

      Realmente, é um tema tenso; mas não chega a ser pesado. A Gayle é bem delicada pra narrar essas situações super complicadas, o que é bom, não angústia tanto.

      Curtir

    Silvana disse:
    3 de julho de 2015 às 12:32

    Olha tenho que confessar que a autora Gayle Forman é uma das minhas autoras favoritas e estou querendo muito ler esse livro. Tanto que até comprei na pré venda e já está na minha estante, mas como eu já programei as minhas leituras das férias, vou ver se leio ele mês que vem. Vou ver ainda. Mas gostei bastante da maneira como você desenvolveu a sua resenha. Me parece ser um livro muito lindo, ainda mais porque se trata de superação e tbm por conter um pouco do romance que gosto bastante.
    E outra coisa, sou da mesma opinião que você, mas também tenho gostado muito desse padrão de capas que as editoras tem feito com os livros da autora. É uma pena que tenha saido da novo conceito, porque normalmente os livros ficavam até melhores, mas mesmo assim não deixa a desejar =D

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-abandonado.html

    Curtir

    Vanessa Vieira disse:
    3 de julho de 2015 às 13:14

    Olá! É bacana quando gostamos assim de um autor né! Legal acompanhar o trabalho e se identificar com a escrita. Eu só li o primeiro livro ainda estou pensando se lerei o segundo. Gostei de sua resenha. E me interessei por este livro que você apresentou. O tema morte, ainda é algo muito confuso para muitas pessoas e a gente precisa falar, desabafar, entender ( ou não). Adorei sua resenha!

    Abraços!
    http://www.pensamentosvalemouro.com.br/

    Curtir

    Thaísa Tavares disse:
    3 de julho de 2015 às 16:18

    Eve, adoro seu blog. Conheci há pouco, mas o conteúdo é impecável. Estou meio por fora dos livros da Gayle Forman, li apenas “Se eu ficar” e não dei continuidade. “Eu estive aqui” é continuação de algum outro livro, ou não? Achei o enredo interessantíssimo, apesar de não ter gostado muito do meu primeiro contato com a autora. Fiquei curiosa pra ler este e, realmente, a edição está maravilhosa.
    http://www.leituradascinco.com/

    Curtir

    Maria (@marijleite) disse:
    3 de julho de 2015 às 16:36

    Olá; essa é a primeira resenha do livro que leio. Mesmo já tendo visto outros livros que falam desse mesmo assunto e tem premissas parecidas, fiquei com vontade de lê-lo; suicídio é um tema cheio de tabus e que precisa ser abordado e discutido. Ótima resenha!

    Curtir

    Juliana Xavier disse:
    3 de julho de 2015 às 18:28

    Sou fã da Gayle. Na verdade li as duologias Se eu ficar e Apenas um dia, amei os primeiros livros e não gostei dos segundos, rs, mas ok, gosto muito da autora mesmo assim. Amo um drama e com certeza vou querer ler esse livro também!

    Beijo!

    Ju – Entre Palcos e Livros

    Curtir

    Thais disse:
    3 de julho de 2015 às 19:04

    Oi flor!
    Estou maluquinha por esse livro, porém, essa é a primeira resenha dele que leio, e adorei ❤
    Se eu já estava na expectativa, agora então, nem se fala!
    Assim como vc, fiquei fã da autora com o livro 'Se Eu Ficar'. Minha próxima leitura será 'Apenas Um Ano', vc já leu?? E pode ter certeza que vc me convenceu a ir agora mesmo pro Submarino fazer o pedido deste livro xD (hahah)

    Curtir

    Jéssica Leite disse:
    3 de julho de 2015 às 22:10

    Olá!
    Nunca li nada da autora e morro de curiosidade. Tenho o “Se eu ficar”, mas ainda não tive tempo de ler.
    Eu não sabia do que esse livro se tratava, achei a premissa bem interessante. Mas vou deixar a leitura mais para frente, tô procurando algo mais leve e divertido no momento.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    http://www.livrosdajess.com

    Curtir

    victortadeu15 disse:
    4 de julho de 2015 às 11:15

    Oi, tudo bem?
    Eu estava com aquela grande e inquietante curiosidade para ler esse livro, mas depois dessa resenha estou pensando duas vezes sobre isso kkkkkk. Por suas belas palavras eu estou mudando seriamente de ideia kkkkk

    Curtir

    Amanda Raupp disse:
    6 de julho de 2015 às 16:41

    Oii!

    Já conhecia esse livro da autora, mas ainda não tive a oportunidade de ler ele ainda ^^
    Vou comprar ele logo pois parece ter uma história maravilhosa que com certeza vou gostar 🙂

    Beijos, Amanda *–*
    www,vicio-de-leitura.com

    Curtir

    Jéss Winchester disse:
    6 de julho de 2015 às 19:46

    Oii, tudo bem?
    Eu acho essa capa linda, a arqueiro sempre faz um ótimo trabalho. Eu curto muito ler livros que tratam do tema suicídio, acho interessante entender um pouco do que se passa na cabeça de pessoas que comentem isso. Ainda não li nada da Gayle, tenho dois livros dela e estou querendo tempo para ler eles.

    Beijos da Jéss ♥
    http://brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/

    Curtir

    Julia Martins disse:
    7 de julho de 2015 às 17:13

    Olá!
    Estou bastante curiosa para ler os livros da Gayle, mas falta tempo. Só vejo elogios à autora e aos livros, não tenho como não ler. Vou me programar para ler ainda esse ano, já que tenho os livros. Adorei sua resenha.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    Curtir

    Aline Gonçalves disse:
    8 de julho de 2015 às 01:03

    Oie, tudo bom?
    Gostei de saber que o livro não foca apenas no romance e fiquei interessada na temática da história também. Ultimamente tem sido lançados muitos livros com suicídio na trama. Além disso, quero ler outro livro da Gayle Forman.
    beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s