Crítica : Confession Of Murder ( k-movie de 2012 )

Postado em Atualizado em

received_1012857295405872

 Essa semana eu estava pensando e pensando em um projeto que eu e Uly temos para o blog a um tempo: trazer os doramas, uma das nossas paixões em comum para o blog. Inclusive tínhamos um blog apenas sobre o assunto, que foi abandonado por falta de tempo. Vínhamos deixando isso de lado por um tempo, sem nenhum motivo aparente, então resolvi tomar a iniciativa e fazer o primeiro post; que na verdade nem é um dorama, é k-movie, um filme que foi produzido na Coreia do Sul. Pode ser um pouco confuso , mas vou tentar explicar da melhor forma as definições.

Doramas são basicamente novelas de curta duração – a maioria, mas algumas seguem um formato parecido com o brasileiro, com cento e tantos episódios. –  exibidas na Ásia. Eles têm em torno de 16 a 22 dois episódios que duram de 20 a 50 minutos, dependendo da emissora e época  do ano. Como a designação se refere a toda Ásia, você pode se situar melhor usando as abreviações referentes ao país de origem: k-drama ( Coreia do Sul ), j-drama ( Japão ), t-drama ( Taiwan ) , c-drama ( China ) … O mesmo em relação aos filmes, só que com ‘movie’ no lugar de ‘drama’. Apesar das produções cinematográficas não serem realmente ‘doramas’ , o termo correto normalmente usado apenas para as novelas, todas as postagens aqui tanto de filmes como dramas vão ficar na mesma categoria. E junto com o ano no título vocês vão encontrar a designação de cada um;  acho que já da pra se situar né?  Agora vamos ao filme.

O filme começa com a seguinte premissa : um serial killer que matou 10 mulheres durante 1986 e 1990 se revela para mídia dezessete anos depois do último assassinato , quando seus crimes já haviam prescrito. Ele faz isso publicando um livro com detalhes de todos os crimes e se dizendo arrependido dos seus atos, o livro sendo uma forma de ‘compensar’ as famílias por seus crimes. Em paralelo acompanhamos o detetive Choi Hyeong-goo , marcado pelo seu último encontro com o psicopata e a perda da noiva para o mesmo.  Ele questiona a identidade do assassino , Lee Doo-Seok , ao mesmo tempo que busca uma forma de encontrar o corpo da sua noiva e tranquilizar sua família, que começa a caçar Doo-Seok em busca de vingança.
received_1012858598739075
Eu tenho que confessar que apesar do filme ser exatamente do meu gênero preferido – ah, Thrillers! – eu tive motivos um pouco superficiais para assistir: o ator do  serial killer e escritor Lee Doo-Seok ( Park Shi Hoo) é um dos meus preferidos ; ele é tão adorável e tem um talento incrível para drama. Sabe aquele tipo que consegue mostrar todos os lados de um personagem com pequenas mudanças de expressão, mesmo quando as emoções são totalmente opostas?  Esse é Park Shi Hoo. Além de ser incrivelmente lindo. ❤️

Mas o detetive Choi Hyeong-goo não fica para trás. Ele conquista espaço mesmo lutando contra o carisma perpétuo de Shi Hoo. Uma das coisas mais interessantes sobre o personagem é a diferença visual do aspecto dele. Nas cenas do passado ele passa aquele fator galã, já no presente – dezessete anos depois – ele é totalmente um policial de meia idade cansado e desgastado. Pontos para maquiagem.

O filme tem um desenvolvimento genial e tipicamente coreano.  Ele trabalha várias pespectivas diferentes e nem todas são verdadeiras. Em algum momento você percebe que foi manipulado, e quando acha que termina tudo por aí você descobre que tem muita coisa ainda não dita. O desenvolvimento foi muito bem feito e me prendeu pela curiosidade – e amor pelo Doo-Seok – desde o início ; um ponto extra para forma como retratam a mídia, que se une as polêmicas  e fazem de um ex-assassino uma estrela com fãs loucas por apenas um toque das suas mãos.  Serio, em algum momento o policial se torna o ‘vilão’ aos olhos do público ,tamanha a adoração que criam por Doo-Seok . Teve de jornalista perguntando como ele cuida da pele a psicóloga  criminal caindo em cima do Hyeong-doo em rede nacional para defender ele. E não se pode nem julgar em todo, já que Doo-Seok faz um papel perfeito de bandido arrependido. Devo dizer, até de vítima.

received_1012858758739059Mas como tudo não são flores o filme tem seus defeitos. Não é grande coisa para quem já conhece o padrão de desenvolvimento dos k-dramas, mas se você for de primeiro pode incomodar mais: primeiro, a trilha sonora é bem fraca. Totalmente desnecessária as vezes. Então as cenas de ação são tão exageradas que chega a ser absurdo. Mas da pra ignorar. E apesar da atuação maravilhosa dos dois personagens centrais boa parte dos coadjuvantes deixam muito a desejar. Parece que eles estão lá só pra preencher espaço e enrolar para a grande revelação.

Concluindo, o filme é incrível. Ele te prende a tela e atiça sua curiosidade sobre  o assassino e então no final… Ah, não vou dar spoilers  né ! Mas apenas digo, o final foi perfeito e bem imprevisível. Está todo mundo liberado para assistir e conhecer melhor o trabalho de ambos os atores principais, vale muito a pena.

Espero que vocês gostem e vejam o filme. Aguardem muitos posts sobre doramas de agora em diante. 😉

nwesub

Anúncios

16 comentários em “Crítica : Confession Of Murder ( k-movie de 2012 )

    Thaís disse:
    5 de julho de 2015 às 01:19

    Adorei a premissa desse filme! Nunca assisti nada coreano, só alguns clipes musicais que a minha amiga que é fã me recomendou. Estou com o filme “Medo” aqui pra assistir, é coreano também e em breve vou ver \o/ Seu post me fez me interessar muito pela história, com certeza eu procurarei assistir o filme, pois adoro tramas surpreendentes, ainda mais depois de saber que a mídia consegue fazer o suposto vilão se tornar mocinho e vice e versa. Simplesmente adorei 🙂

    http://www.thaisnacidade.com/

    Curtir

    Anelise disse:
    5 de julho de 2015 às 09:12

    Oiê, tudo bom?
    Eu não conhecia o filme, mas AMEI a proposta dele. Me parece bem interessante e como eu amo filmes, vou adiciona-lo a minha lista. Obrigada pela indicação. ❤

    http://anneandcia.blogspot.com.br/2015/07/5-coisas-que-eu-quis-ser.html

    Curtir

    Débora Costa disse:
    7 de julho de 2015 às 16:11

    Ah, socorro! Sou apaixonada por Doramas, não costudo ficar procurando, mas sempre assisto as indicações dos blogs que acompanho. Vou procurar esse, é bem fora do que eu costumo ver de Dorama, mas acho que eu vou gostar.

    http://laoliphant.com.br/

    Curtir

    Amanda Larsen (@AmandaLarsen_) disse:
    7 de julho de 2015 às 21:34

    Oii, tudo bom?
    Nunca assisti um Doramas, mas fiquei interessada, o filme não me agradou muito, você explicou muito bem e sua opinião foi ótima, mas o filme não é do meu tipo, alias, você gosta de k-pop? (Adoro!!)
    Beijos
    http://www.doceliterario.com

    Curtir

      itgeekgirls respondido:
      7 de julho de 2015 às 21:37

      Eu adoro K-pop, mas curto mais J-rock e J-pop. Mas algumas das bandas que curto : BigBang , INFINITE , Girls Generations, Miss A , IU, e claro, Kim Jae Joong ❤️ tem outras, mas essas eu costumo ouvir mais.

      Curtir

    Juliana Xavier disse:
    7 de julho de 2015 às 23:36

    Não gosto de histórias com serial killers, e acho que gostaria menos ainda com essas malucas virando fãs do cara… fala sério, ele escreve um livro descrevendo as atrocidades que fez e as pessoas realmente querem que ele as toque? Credo, não entra na minha cabeça. Não veria.

    Beijo!

    Ju – Entre Palcos e livros

    Curtir

    Jorge Wesley disse:
    10 de julho de 2015 às 08:40

    Parece ser muito bom! Assim que eu arrumar um tempinho, assisto! (e já tenho algumas teorias…)

    Curtir

    Giulia Ladislau disse:
    10 de julho de 2015 às 15:12

    Eu já ficava confusa com dorama, agora k-movie confundiu minha mente! >.<
    De toda forma, a premissa da história não me interessou e eu fiquei profundamente agoniada com essa cicatriz na boca. rsrs
    Beijinhos!
    Giulia – http://www.prazermechamolivro.com

    Curtir

    Gabis {RDL} (@gabiswonder) disse:
    11 de julho de 2015 às 20:14

    Nunca assisti um dorama ou nada relacionado a Ásia. Vou adorar essa categoria, assim vou conhecer muitas coisas legais. Gosto de assistir thrillers também e coloquei na lista para assistir.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    Curtir

    Camila Nyx disse:
    12 de julho de 2015 às 17:49

    Já tinha visto a palavra dorama em vários lugares, mas não sabia absolutamente nada sobre o assunto. Adorei a ideia de vocês trazerem algo diferente para o blog. Assim, podemos conhecer mais sobre assuntos pouco explorados no meio. Parabéns pela inciativa!

    ABraço!
    Camila

    http://bloguicesdacamila.blogspot.com

    Curtir

    Jessica Garcia disse:
    12 de julho de 2015 às 22:04

    Olá,
    essa coisa de dorama sempre havia me confundido muito, e que bom que você resolveu explicar um pouco dela antes de falar do filme em si.
    Infelizmente, esse é um que eu não assistiria. Beijo,
    http://www.entreleitores.com/

    Curtir

    umnovoroteiro disse:
    13 de julho de 2015 às 21:34

    Olá, tudo bem??

    Admito que esse não é o meu gênero preferido… Aliás, não gosto nem um pouquinho hahaha, mas gostei bastante dos detalhes e da forma como você contou pra gente!

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    Curtir

    Miguel Prado disse:
    14 de julho de 2015 às 15:31

    Olá!! Nossa não conhecia nem o termo k-movie e dorama, achei bem interessante e com certeza vou pegar pra mim ver!

    Abraços, Miguel dodemasiadamentelendo.blogspot.com

    Curtir

    victortadeu15 disse:
    16 de julho de 2015 às 14:18

    Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o filme, mas gostei muito da proposta e da matéria. Você sabe me dizer se tem esse filme na Netflix? Quero assistir kkkk

    Curtir

    Thais disse:
    22 de julho de 2015 às 22:10

    Cara como eu sou lenta nessas questões, nem sabia que tinha um certo nome para se dar a esses tipos de filmes (hahaha). Não me julgue.
    Mas me interessei, e como sou dessas que ama ver filmes, com certeza vou aceitar sua dica e assistir sim, depois te conto o que eu achei 😉

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    Curtir

    Fernanda disse:
    28 de julho de 2015 às 18:53

    Oi!
    Adorei sua critica! Não conhecia o filme, muito menos o nome que se para eles, rs. Vou procurar saber mais sobre =) É uma ótima dica!

    Bjs,
    Fernanda
    http://www.amigadaleitora.com/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s